Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Artigo de professora do PPGCF sobre fibras do resíduo do açaí é publicado com destaque em revista internacional
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Artigo de professora do PPGCF sobre fibras do resíduo do açaí é publicado com destaque em revista internacional

  • Publicado: Quinta, 12 de Setembro de 2019, 16h29
  • Última atualização em Quinta, 09 de Abril de 2020, 18h01

O artigo “Enhancement of the Amazonian Açaí Waste Fibers through Variations of Alkali Pretreatment Parameters” foi publicado pela professora Lina Bufalino da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) e parceiros na revista internacional “Chemistry & Biodiversity” (fator de impacto - 1.449; Qualis A4) com destaque por meio de uma “Cover Picture” (https://onlinelibrary.wiley.com/toc/16121880/0/0), uma imagem de capa impactante que valorize a relevância da pesquisa.  A revista concede esta oportunidade para artigos que mereçam destaque por seu mérito, aumentando as chances de visualizações e citações pela comunidade científica.

Os autores consideram essa uma ótima oportunidade de divulgar uma das principais biomassas potenciais da Amazônia, o resíduo do açaí. O trabalho aborda modificações químicas alcalinas para melhorar as propriedades das fibras que envolvem superficialmente os resíduos do despolpamento, favorecendo seu uso ou transformação em materiais avançados como nanofibras e compósitos. Adicionalmente, o estudo revelou que a estrutura morfológica única das fibras de açaí indica forte potencial para extração de sílica e para desenvolvimento de filtros devido à sua alta porosidade após tratamento químico.

O artigo foi financiado pelos projetos universal CNPq “Biocompósitos a partir de resíduos agroflorestais e da pesca gerados no amapá: quitosana de casca do camarão reforçada com fibras de palmeiras” coordenado pela professora Lina Bufalino na UFRA e pelo projeto FAPEAP-Primeiros Projetos CNPq “Compatibilidade entre cimento e fibras de residuais agroflorestais da Amazônia” coordenado pelo professor Tiago Marcolino de Souza na Universidade do Estado do Amapá (UEAP). As atividades da pesquisa foram desenvolvidas como parte da dissertação do discente Dhimitrius Paraguassu Neves de Oliveira no Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) orientado pela professora Lina Bufalino. Os co-autores do artigo são alunos de graduação, pós-graduação, professores e pesquisadores parceiros de diversas instituições: UFRA, UEAP, UNIFAP, Universidade Federal de Lavras (UFLA) e EMBRAPA-Instrumentação.

registrado em:
Fim do conteúdo da página